11 sintomas do HIV que toda mulher deve ficar de olho

Os primeiros sintomas de HIV podem demorar uns dez anos para aparecer, é isso fazer que não seja tratado logo de início onde a pessoa possa ter mais anos de vida, e até mesmo uma qualidade melhor. Por esse motivo é muito importante conhecer os sintomas dessa doença tão séria. Neste artigo vamos apresentar 11 sintomas do HIV que provavelmente você não conhece.

Caroços
Começa a aparecer caroço nas axilas ou no pescoço, eles não dói, mas podem surgir algumas casquinhas.

+  Maioria no STF vota por medidas restritivas para quem não se vacinar contra Covid-19

Infecções
Sendo portador do HIV os fungos podem ficar mais fácil de aparecer até porque o organismo dela está bem mais fraco do que uma pessoa que não seja soropositivo.

Inchaço
São bastante comuns portadores do HIV começar a notar alguns inchaços pelo corpo principalmente nas mãos e nos pés.

Aftas
Começam a aparecer as aftas com mais frequência e em maior quantidade.

+  EUA confirma primeiro caso da nova variante do coronavírus identificado no Brasil

Muito sono
Geralmente o portador de HIV está com muito sono passando muito mais tempo do seu dia dormindo.

Náusea e vômito
É normalmente o portador ter esses dois sintomas principalmente no início da manhã.

Desconforto gastro
Esta é uma resposta inflamatória à infecção viral

Perda de peso
A pessoa começa a perder peso muito rápido e de uma forma inesperada.

Feridas pelo corpo
O surgimento de feridas pelo corpo é algo que não pode passar despercebido, assim como pequenas erupções vermelhas que costumam aparecer no corpo de quem está com HIV.

+  5 estratégias da Universidade de Harvard para melhorar a vida sexual

Febre
Febre baixa acompanhada de calafrios é indicação de que seu corpo está lutando contra alguma infecção. Este é um dos sintomas mais comuns do HIV.

Caso apresente alguns esses sintomas procure o medico o mais rapido possível, ate mesmo para poder tirar suas duvidas a respeito da doença, e lembre-se proteja USE CAMISINHA SEMPRE!


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário