Carregando Notícia
Curiosidades

6 cuidados importantes para acabar com o mau cheiro na região íntima da mulher

Você precisa saber desses cuidados fundamentais para tirar o cheiro da região íntima.

É bastante comum que as mulheres fiquem preocupadas com a própria higiene. Gostando de estar cheirosas e bem arrumadas sempre que possível. Só que essa preocupação aumenta um pouco mais quando o assunto é a região íntima feminina. Muitas sequer imaginam que o cheiro nessa região é algo natural e não deve ser motivo de paranoias.

PUBLICIDADE

A obstetra Heloisa Brudniewski diz que nenhuma mulher precisa ficar preocupada com o cheiro da parte íntima quando ele for quase imperceptível. Porém, é válido lembrar que se o odor for muito ruim, é necessário que se consulte um ginecologista para poder descobrir o que pode estar provocando esse cheiro. Siga esses seis cuidados e se livre desse problema

Falta de higiene

Se o excesso de higiene é prejudicial, a falta de higiene também não faz bem. A secreção e o excesso de suor fazem com que a mulher sinta uma coceira desagradável na região.

Excesso de higiene

Não seja tão paranoica na higiene íntima. Saiba que secreções e pelos são fundamentais para que a região fique ‘protegida’. Quando a mulher lava essa região de forma em excesso, ela estará causando uma desarmonia entre fungos e bactérias benéficos que vivem lá, e dessa forma outros irão se proliferar e causar doenças. Para evitar isso, faça a higienização normalmente durante o banho. Duas vezes por dia já é o bastante.

Uso do absorvente todo dia

Esse produto é item básico e deve ser um direito das mulheres, mas não deve ser usado todo dia. Há um abafamento da região e por isso o ideal é que ele seja utilizado somente no final da menstruação. Em seu dia a dia, opte por calcinhas que sejam de algodão. Peças fabricadas a partir de algodão são mais indicadas, uma vez que não atrapalham a respiração da região.

Sabonete próprio

A região íntima da mulher é muito sensível e requer alguns cuidados especiais. Usar sabonetes não apropriados podem acabar provocando irritações e alteração no odor da região. Uma ótima dica é trocar o sabonete tradicional por um apropriado para a região íntima da mulher. Eles são facilmente encontrados em mercados e farmácias.

Ducha vaginal

Embora essa prática seja extremamente comum entre as mulheres, ela é muito arriscada, pois pode causar algumas pequenas lesões e alterar toda a região. O ideal é fazer uma higienização apenas da área externa.

Uso de roupas apertadas

No caso de uma mulher decidir usar uma roupa um pouco mais apertada do que o habitual, sem notar isso, dificultará a respiração dessa região, então a impregnação de bactérias nocivas e fungos serão aumentadas. O aconselhável é que a mulher escolha peças que não sejam tão apertadas e principalmente fabricadas a partir de algodão.