ABSURDO: Mulher deixa sua filha de 3 anos sozinha por 8 dias em casa e ela não resiste.. “Fui visitar meu namorado”

Hoje em dia há uma serie de leis que visam manter a segurança de crianças e adolescentes. Mas mesmo assim alguns pais agem com irresponsabilidade com as crianças e acabam colocando elas em risco e as vezes isso pode ser fatal, como no caso que você irá ler a seguir:

Essa mãe concerteza não estava bem de cabeça ao fazer isso com a criança. Ela ainda tentou justificar seus atos, alegando que não sabia que isso fosse ocorrer. Tamanha irresponsabilidade deixou morados revoltados. Veja

+  Datena e Band são condenados por "sanduba de maconha"

O caso aconteceu em Tokio, no Japão. a menina Noa, de apenas 3 anos de idade foi deixada pela mãe 8 dias sozinha em casa. Saki Kakehashi foi viajar e deixou sua filha sozinha.

A japonesa de 24 anos disse que achou que não faria mal deixar a criança sozinha em casa. Quando retornou da viagem ela encontrou Noa desfalecida em cima da cama e ela mesma chamou a ambulância, porém ao dar entrada no hospital a criança já estava morta. 

+  Vídeo: Repórter leva lambida na orelha e entra em choque

Em sua declaração na delegacia Saki Kakehashi disse que já era acostumada a deixar a criança sozinha quando saia para beber com seus amigos, ela também disse que teve alguns cuidados. Ela barrou a entrada da criança na cozinha para que ela não usasse uma faca. No local havia pacotes de pão e garrafas vazias. Porém a criança que estava com 11 quilos, moreu com 8. A morte foi causada por falta de alimentos nutritivos.

+  Menina de 7 anos fica traumatizada por ter cabelo cortado à força por professora

“Não pensei que ela fosse morrer por eu ter ficado 8 dias fora”, disse a mãe. “Fui apenas visitar meu namorado e achei que ela ficaria bem.”

Saki Kakehashi foi presa.

A policia ao investigar a câmera de segurança constatou que a mãe só ligou para o resgate depois de 50 minutos ao chegar em casa. Ela disse que ligou antes para o seu ex marido, para falar que encontrou a criança muito fraca.

 


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário