in

Algemado, bandido rende escrivão, toma arma dele e atira na nuca da vítima

Uma situação para para lá de polêmica acabou chamando a atenção de todos nas redes sociais, uma confusão dentro de uma delegacia virou notícia em todos os meios de comunicação. O que tinha tudo para ser uma prisão tranquila, acabou virando uma história de filme de terror.

Uma confusão acabou em morte em uma delegacia no Sertão dos Inhamuns, no Ceará, quando um criminoso fez um escrivão da Polícia Civil de refém e tirou sua vida logo depois. O caso chocou todos na cidade.

O bandido que atende pelo nome de Antônio Josivan Lopes Silva, estava algemado quando rendeu o escrivão Aloísio Alves Lima Amorim, de 60 anos de idade, no ato ele tomou a arma de Aloísio deu um tiro à queima roupa no senhor de idade e ainda conseguiu escapar. Antônio Josivan Lopes Silva estava preso por envolvimento no tráfico de drogas.

O senhor de idade chegou a ser atendido, porém ele acabou não resistindo e veio ao óbito nesta madrugada de sexta-feira, deixando família e filhos. O policial civil não conseguiu reagir a tempo a ação do bandido. Antônio Josivan mais um companheiro de crime, estavam sendo detidos pois foram pegos vendendo drogas na cidade de Pedra Branca, distante 260 km de Fortaleza.

A dupla entrou em uma troca de tiros com as autoridades dentro da delegacia, o local virou uma zona de guerra que assustou a população local, o companheiro de Antônio foi capturado na tentativa de fuga, no entanto o bandido que matou Aloísio segue foragido da polícia e está armado.

De acordo com as autoridades locais, foram enviados reforços policiais para a região e disponibilizados toda a equipe necessária para que Antônio Josivan Lopes Silva seja preso o mais rápido possível, e possa pagar pelo que fez com o amigo dos policiais. Aloísio era visto como um bom policial e uma nota de pesar foi emitida em nome do oficial.