Após se humilha para voltar com o ex no meio da rua, moça recebe um; “Não te quero mais”

O rede social Youtube é uma rede de postar vídeo muito poderosa. Muitas pessoas gravam seus vídeos preferidos para mostrar para seus seguidores o seu dia a dia ou o trabalho que exercem. Porém, muitos acabam postando flagras impressionantes que podem viralizar em minutos.

Nesse caso, um vídeo está chamando muita atenção nas redes sociais. No Youtube, por exemplo, a gravação já passa de 100 visualizações, levando em consideração que acabou de ser postado nesse domingo (22).

+  Vídeo: Repórter leva lambida na orelha e entra em choque

No vídeo em questão, nota-se um rapaz e duas moças, que foram identificadas como a amante e a atual namorada do rapaz. Ao que tudo indica, o rapaz foi flagrado com a amante, mas a atual que aparenta gostar muito do rapaz luta por ele e até mesmo chega a se humilhar pedindo para ele voltar.

É visível que o rapaz escolheu a amante e não quer mais nada com a atual, no entanto, a garota segue se humilhando e chega até mesmo a partir para cima da jovem amanta para tentar agredi-la. A cena, que por sinal é bastante constrangedora, foi postada por um pedestre que estava passando pelo local e acabou registrando tudo.

+  Auxílio emergencial em 2021: ótimas notícias sobre o benefício foram divulgadas

O rapaz segue tentando explicar para moça que não a quer mais, porém tudo parece em vão. A jovem, que aparenta ser a atual dele, segue implorando para ele voltar e isso foi o que mais chamou a atenção daqueles que estavam no local no momento e também daaqueles que assistiram o vídeo posteriormente.

Vale lembrar que esse tipo de vídeo chega a ter milhares de visualizações caso venha a viralizar nas redes sociais. O fato é que ele pode correr o mundo e os envolvidos ficarem famosos de uma forma negativa. O rapaz ficaria famoso por ser traidor, uma das moça por ser a amante e namorada por ser corna e ainda se humilhar em público.    

+  Homem é preso em flagrante depois de assassinar companheira a socos no Distrito Federal, Ela batalhou 4 dias por sua vida

PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário