Assassino manda mensagem antes matar brutalmente sua ex na frente de toda a família: “gosta de surpresa?”

O ex-namorado de Thalia Ferraz, de 23 anos de idade, chegou a matar Thalia Ferraz a tiros na frente de toda a família na noite de Natal, na cidade de Jaraguá do Sul, localizada ao norte de Santa Catarina. As autoridades da polícia civil estão analisando o crime, que chegou a ser registrado como feminicídio. O responsável encontra- se foragido da polícia. No dia anterior de realizar o crime brutal, o homem que atende pelo nome de Paulo Reningui, chegou a ir até a residência de sua ex-namorada para a ameaçar, Paulo Reningui chegou a também lhe enviar uma mensagem no WhatsApp, ” gosta de surpresa “, “vai ter uma inesquecível”, enfatizou o rapaz.

+  Casal e bebê são atropelados em faixa de segurança

De acordo com o que foi informado pelo delegado responsável pelo caso, as autoridades não chegaram a ser acionadas para lidar com a ocorrência da ameaça. Paulo Reningui chegou a invadir a residência de sua ex já efetuando os disparos. Thalia Ferraz que possui uma certa deficiência auditiva, chegou a tentar se proteger indo se esconder dentro de um dos quartos da casa, entretanto ela chegou a ser atingida no tórax por uma bala que atravessou a porta do quarto.

+  Bomba: Funcionário da área da saúde de 42 anos acaba morrendo depois que recebe vacina contra coronavírus

A família da vítima chegou a contar para o portal do G1 que Thalia Ferraz veio a terminar o relacionamento 2 dias antes de ser brutalmente morta pelo ex. Thalia Ferraz e Paulo Reningui chegaram a se relacionar mais ou menos 1 mês, os dois vieram a viver juntos neste período, entretanto o jovem era muito ciumento e acabou fazendo com que Thalia Ferraz fosse viver na casa de sua irmã. A jovem chegou a contar que o ciúmes de seu ex era extremo o que fez com que ela ficasse com medo do rapaz.

+  Homem buscou forças em sua filha de 2 anos para realizar operação de retirada de tumor no cérebro acordado

O caso chocou a toda a população da cidade tanto pela frieza quanto pela premeditação de Paulo Reningui ao mandar mensagens para a vítima antes do crime.


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário