Carregando Notícia
Notícias

Bebê de 9 meses perde a vida em incêndio após mãe ter saído para beber com amigas

O caso aconteceu no norte de Minas Gerais e a polícia investiga as causas do incêndio

No caso que aconteceu em Minas Gerais chama a atenção dos pais principalmente quando o assunto é deixar os seus filhos em casa sozinhos, principalmente quando eles são recém-nascidos. Corpo de bombeiro do Estado foi acionado para atender uma ocorrência de incêndio em uma residência, que estava sobre forte chamas que tinham se espalhado por diversos cômodos da casa.

PUBLICIDADE

O que tinha apenas para ser uma ocorrência de incêndio, acabou se tornando numa verdadeira tragédia diante de uma revelação feita por uma criança de 9 anos, enquanto os soldados estavam realizando o serviço para conter as chamas dentro do imóvel. Uma criança de apenas 9 anos se aproximou da residência e disse para os bombeiros que aquela casa era dela e que tinha uma irmãzinha de 9 meses que estava dentro do local.

Quando então iniciou novas buscas dentro da residência e infelizmente foi constatada que o corpo da criança estava na sala carbonizada, nesse momento então a vizinhança toda entrou em desespero porque a todo momento que não estavam entrar em contato com a mãe da criança. Depois de mais de uma hora do corrido, finalmente foi possível um contato com a mãe e responsável pela aquelas crianças que estavam em casa sozinhas.

Quando a mulher chegou completamente descontrolada e dirigindo palavras de baixo calão contra os policiais que estavam na residência para realizar a perícia, ao se questionadas sobre onde ela estava a mulher disse que foi até o supermercado e na saída encontrou algumas amigas e parou em um bar para beber. Por conta disso a mulher foi encaminhada para a delegacia poder sacar tua autoridade, e pro abandono de incapaz.

Ela responderá pelo crime por ter abandonado a sua filha de apenas 9 meses em casa, onde a residência acabou sendo atingida por chamas e a criança não resistiu aos ferimentos diante dessa tragédia. A perícia não sabe informar o que acabou gerando um incêndio na residência, mas acreditam que possa ter sido causado por um corpo circuito devido as instalações em péssimas condições do local.

A outra filha da mulher foi encaminhada para casa de parentes, onde deve permanecer até que o conselho tutelar possa definir o futuro da menina, devido a sua mãe está presa por ter abandonada a sua filha em casa para poder ir a um bar com as amigas.