Bolsonaro afirma que considera ”baixo” o valor atual do salário mínimo, mas diz não poder aumentar

São muitas as queixas a respeito do atual valor do salário mínimo no Brasil, que é igual a R$1.045 reais, considerado pelos brasileiros um valor baixo para as despesas atuais no país. Com esse valor baixo e a taxa de desemprego, o presidente chegou a criar o auxílio emergencial durante a pandemia, isso porque houve em alguns lugares a redução do salário mínimo, já considerado pouco, resultando do prejuízo dos comerciantes com o fechamento dos comércios.

Na última quinta-feira, 26 de novembro, o presidente Jair Bolsonaro reconheceu e afirmou que o salário mínimo do trabalhador brasileiro está ‘’baixo’’, segundo ele, mas que não há o que fazer a respeito. Segundo ele, não tem ‘’de onde tirar o dinheiro’’ para que haja um aumento nesse valor.

+  O candidato a prefeito de SP Guilherme Boulos foi diagnosticado com Covid-19

Segundo ele, durante uma live, ele explica que esse aumento no salário mínimo iria refletir e prejudicar diretamente os beneficiários que são aposentados e pensionistas, e também às pessoas do BPC (beneficio de prestação continuada). Apesar de não especificar o montante, o presidente garante que se trata de dezenas de bilhões de reais para esses benefícios.

+  Urgente: Novo projeto de lei quer 8 anos de prisão para quem não tomar ou difamar a vacina contra o coronavírus

Segundo informações do departamento intersindical de estatística e estudos socioeconômicos (Dieese), o salário mínimo no Brasil deveria girar em torno de pelo menos 5.005,91 reais para os trabalhadores no mês de outubro desse ano. Para o ano de 2021, há uma previsão de aumento de pelo menos 4,02%, o que estima-se cerca de 42,84 reais, elevando o salário de 1.045 para 1.087,84 reais.

+  Como foi a investigação que resultou na prisão de Crivella

O atual presidente da república também enfatizou que não é contra os direitos trabalhistas, e que não pretende acabar com eles, e que caso aconteça, que não será sua culpa. Esse novo reajuste no salário mínimo levará em conta a inflação de famílias que possuem uma renda igual ou superior a cinco vezes esse valor, que será encerrado nesse ano de 2020 em cerca de 4,1%.

 


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário