Caso Henry: Polícia espera laudos e adia inquérito; Jairo e Monique serão soltos dia 7

Uma notícia abalou os envolvidos no caso do pequeno Henry Borel, as autoridades informaram que o caso, que analisa os fatos da morte de Henry, não será finalizado esta semana, segundo relatos da CNN Brasil. As autoridades acreditam que somente na próxima semana é que o inquérito tenha seu desfecho decretado. 

Conforme foi revelado no meio da semana, um exame do corpo do menino, acabou não ficando pronto, por conta de um problema no IML, o local acabou tendo suas estruturas abaladas e parte de seu teto caiu. O exame toxicológico não tem previsão para ficar pronto. O teste foi solicitado para averiguar se Jairo não injetou ou deu alguma droga para seu enteado, antes de agredi-lo.

+  Vídeo: Menino chora ao ser denunciado por vender água na rua e comove a web

Vale lembrar que tanto Jairo quanto Monique Medeiros foram detidos no dia 08 de abril, tudo por conta das mensagens que foram recuperadas nos aparelhos dos envolvidos. Segundo as autoridades, os celulares foram recuperados, mesmo que o parlamentar tenha jogado eles fora pela janela, da casa onde estava escondido com Monique Medeiros.

+  Homem mata mulher com 13 facadas por causa de geladeira aberta

A professora havia deletado inúmeras mensagens trocadas com Jairo e com a babá de seu filho, Henry Borel. No entanto, o que vem chamando a atenção de todos é que toda  a semana uma nova notícia é revelada e o caso nunca chega em um desfecho, agora o problema é no exame toxicológico de Henry.

E quanto mais o tempo passa, as chances de Jairo e Monique Medeiros se verem livres da cadeia aumenta, tudo porque os dois tiveram um mandado de prisão expedido por 30 dias. E com os atrasos na investigação o casal pode ser solto no dia 07 de maio. 

+  Funcionária do Carrefour diz não ter impedido as agressões por estar com saúde debilitada

Os internautas ficaram revoltados com a notícia e voltaram a detonar o casal nas redes sociais.

Monique Medeiros e Jairo Souza vale lembrar foram presos pelo assassinato de Henry Borel, o menino tinha 04 anos de idade e gerou grande comoção no Brasil.
 


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário