in

Chacina causa pânico em pequena cidade do Ceará, entre as vítimas uma criança de 6 anos

A pequena cidade de Ibaretama, no Sertão Central do Ceará sofreu momentos de pavor no último dia 26 deste mês de novembro. A comunidade testemunho a execução de sete pessoas que estava em uma casa na localidade de Ouro Preto, no distrito de Pedra e Cal.

Entre as vítimas havia uma criança de apenas 6 anos e sua mãe, testemunhas relataram que homens encapuzados chegaram ao local e deram ordens para as pessoas que estavam no lado de fora da casa entrarem na residência, uma mulher que seria a dona da casa tentou impedir, mas foi morta ainda na porta da casa.

Após isso os homens que se passaram por agentes da polícia, entraram na casa e executaram cinco pessoas a tiros incluindo uma criança, o caso segue sendo investigado pela Secretaria da Segurança Pública do estado.

Até o momento foi presos dois suspeitos de terem cometido os crimes, são eles, Francisco Victor Azevedo Lima, 20 anos e Kelvin Azevedo Lima, 26 anos.

Francisco não possui passagem pela polícia, mas já Kelvin tem antecedentes com envolvimento ao tráfico de drogas, como defesa eles afirmaram estarem sendo ameaçados por suas vítimas, mas no entanto, logo mudaram de depoimento e assumiram o assassinato.

Segundo as informações divulgadas, a casa servia supostamente como base de operações criminosas, o que se sabe até o momento é que os dois homens que participaram da execução frequentavam a residência onde tinham comida, abrigo e sinal de internet liberados.

A polícia investiga para intender o que ocorreu no local e chegar por fim a uma conclusão para a real motivação do crime que vitimou uma criança de seis anos de idade.

Segundo um sobrevivente, os executores mandaram todos se ajoelharem no chão e ficarem de costas antes de cometerem a chacina, a criança também teve de se ajoelhar ao ser executada.

As vítimas foram identificadas como sendo:

  • Eduardo de Lima Silva, 19 anos
  • Luana Melo da Costa 19 anos
  • Osvaldo da Silva Lima 24 anos
  • Wellington Lima Silva 17 anos
  • Francisco Gabriel Pereira da Silva 15 anos
  • Edinardo de Lima Silva 18 anos
  • Willian da Silva Rodrigues 6 anos

O caso segue sob investigação em sigilo de justiça devido envolver menores e ainda existir detalhes mistérios que devem ser esclarecidos.