Carregando Notícia
Saúde

Conheça a escarlatina que afeta crianças e os pais devem conhecer os sinais

Doença bacteriana que se desenvolve em algumas pessoas que têm faringite estreptocócica, sendo mais comum em crianças com idade entre 5 e 15 anos

A escarlatina é um quadro de manchas avermelhadas na pele por quase todo o corpo, sendo ela uma reação tardia do organismo a toxinas produzidas pela Streptococcus pyogenes. Essa condição surge, normalmente em 2 a 7 dias após o início de um episódio de faringite ou amigdalite bacteriana, mas também pode surgir após um episódio de impetigo ou erisipela, mas essa forma é mais rara.

PUBLICIDADE

Acometendo especialmente as crianças em idade escolar (de 5 a 15 anos), essa condição pode eventualmente acometer adultos também. A bactéria Streptococcus pyogenes, também chamada de Estreptococo beta hemolítico do grupo A, é a mesma bactéria que provoca outras infecções comuns, tais como :

• Faringite ou amigdalite bacteriana;
• Erisipela (caracterizada clinicamente por lesões em placas, elevadas, enduradas e sensíveis com margens bem delimitadas.);
• Impetigo (infecção de pele altamente contagiosa que provoca feridas vermelhas no rosto);
• Glomerulonefrite pós-infecciosa aguda (caracteriza-se pela rápida deterioração da função renal devido a uma resposta inflamatória após infecção por estreptococos).

Sintomas

Inflamação na garganta;
Dores pelo corpo;
Febre acima de 38,5ºC ;
Aumento dos gânglios do pescoço;
Dor de cabeça;
Dor abdominal;
Náuseas e vômitos;
Após 12 a 24 horas do início desse quadro, surge o sinal característico da doença, que é o rash cutâneo (manchas vermelhas).

São quatro os sinais típicos da escarlatina:

Rash cutâneo                          Linhas de Pastia (linhas avermelhadas nas dobras cutâneas)

escarlatina - rash                        Escarlatina- sinal de Pastia

 

 Língua em framboesa (ou morango)               Face avermelhada com palidez ao redor dos lábios.

Escarlatina - Língua em framboesa

Sinal de Filatov - Escarlatina

Diagnóstico

Geralmente, é feito através do exame físico, pois a dor de garganta associada ao rash típico é bem característica. Se por acaso houver dúvidas, o médico pode colher amostras da orofaringe para pesquisa do Streptococcus pyogenes.

Tratamento

É feito com antibióticos, para eliminar o Estreptococo beta hemolítico do grupo A e, consequentemente, interromper a produção das toxinas que provocam as reações na pele. Além de curar os sintomas, o tratamento com antibiótico também é importante para reduzir o risco de transmissão da bactéria para outras pessoas e também a redução de risco do paciente desenvolver as complicações citadas acima.

Os antibióticos de escolha para o tratamento da escarlatina são a penicilina V ou a amoxicilina, e o tempo de tratamento indicado é 10 dias. Outra opção é a penicilina benzatina, que é administrada por via intramuscular em dose única e se o paciente for alérgico à penicilina, a eritromicina é uma alternativa viável.