in

Conheça a nova rotina de Silvio Santos longe do SBT

Afastado das gravações do SBT desde o início de dezembro de 2019, Silvio Santos (89) nunca saiu dos estúdios de televisão durante quase 70 anos de carreira. Desde março, quando estouraram os casos Covid-19, o apresentador está em retiro em sua residência em São Paulo com a esposa, Íris Abravanel, 71, mas continua trabalhando em seu escritório particular e usa as horas vagas para ler livros.

Longe da televisão por pertencer a um grupo de risco para o novo coronavírus, segundo pessoas próximas a ele ouvidas por NaTelinh, Silvio Santos manteve a rotina de acordar e dormir cedo, raramente após as 22h30. Leia os principais jornais do país pela manhã. Ele costuma embarcar de seu conveniente escritório, localizado em sua residência no bairro do Morumbi, onde fica quase o dia todo. Lá ele obtém informações sobre suas empresas, analisa relatórios, fala por telefone com a administração, delega tarefas e mantém contato direto com sua secretária. Fique sempre de olho na TV.

Silvio Santos já tinha uma rotina de embarque em casa, antes mesmo da pandemia. Seu escritório no SBT, que fica no final de um longo corredor no mesmo andar do museu da estação, tem sido subutilizado nos últimos anos. Enquanto estava no CDT Anhanguery, ele envia mensagens com mais frequência em seu guarda-roupa. Mesmo estando fisicamente longe do SBT, o sorridente homem formatou o diário Triturou e o semanário Impressive News por telefone. Geralmente assiste aos shows e à tarde de outros competidores. Desde março, não recebe a visita de familiares ou diretores do Grupo Silvio Santos.

Sem as gravações às terças, quintas e sábados no SBT e as famosas visitas ao cabeleireiro Jassy nas horas vagas, resolveu ler. O apresentador e empresário já leu muitos livros e prefere biografias. Entre eles está Kidnapped Dream, escrito por Marcondes Gadelh. A publicação narra a candidatura de Silvio à presidência do Brasil no final dos anos 1980. Em 31 de julho de 2020, Silvio escreveu uma carta a Gadelha sobre o livro: “Como muitos dos meus órgãos, inclusive os óbvios que estão há muito tempo avariados, minha memória vai se apagando aos poucos. Este seu livro me lembra eventos que já esqueci e me emociona a cada página que leio. ”