Deputado Sargento Fahur comemora morte de garoto de 12 anos em confronto com a polícia e gera revolta em muitas pessoas nas redes sociais

Nos dias de hoje está muito comum aonde a sociedade vive num meio da violência e assaltos constantes. E teve um caso de um adolescente de 12 anos que  assaltou juntamente com outro parceiro uma residência e foi morto pela Polícia Militar em Londrina (PR) e por virou motivo de celebração para o deputado Sargento Fahur do (PSD).

Esse aí foi parar no inferno disse o deputado pra não tirar mais a vida de ninguém. Estava assaltando uma residência com arma de fogo. Não gostou do meu comentário? faz assim, para de me seguir e vai logo seguindo  a Maria do Rosário”, disse ele.

+  Homem é executado por injeção letal por estuprar e enterrar mulher viva

E perante isso o outro criminoso que sendo maior de idade foi pego graças a ação rápida da polícia.

Nada foi divulgada sobre a origem que identifica a vítima que morreu no local em conta dos direitos  que protegem o mesmo.

De acordo com as informações e registros de ocorrência da Polícia Militar de Londrina, o confronto entre a vítima e a polícia se deu quando ele tentava assaltar uma residência na companhia de um adulto.

+  Mulher é presa suspeita de permitir que filho abusasse de filha adotiva

Durante a abordagem da polícia, o adolescente saiu na pior durante o confronto e não aguentou ao ser ferido , e o seu comparsa  foi preso  pela polícia de Londrina. Os mesmos reagiram mas não obteve sucesso…

Depois de tudo o que aconteceu, o policial Sargento e estadista Fahur, disse em suas mídias sociais que se pronunciou sobre o assunto, e comemorou muito a falência do adolescente.

Nas suas redes sociais, o policial destacou novamente “bandido bom é bandido morto”, em seguida , ele fala que o jovem foi parar nos quintos do “inferno”.

+  Auxílio Emergencial: cronograma do Caixa Tem é liberado para novos pagamentos: Veja quando você poderá receber

E por último fim o deputado desafiou os seus seguidores falando que se caso alguém não gostar das suas afirmações sobre isso, é só não me seguir mais e pronto.

Muitas pessoas comentaram que o certo a fazer é o  de apoiar  as crianças a sair dadas “trevas” e não festejar quando uma delas é morta devido à influência de um crime.

Tire suas conclusões


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário