in

Dr Jairinho é indiciado por torturar outra criança; sua sentença pode ser ainda maior

Um dos nomes mais falados no último mês, é o do vereador Jairo Souza, o parlamentar que está preso por ter matado o pequeno Henry Borel, é alvo de notícia toda semana, agora mais uma vez, o político se envolve em outra polêmica, tudo porque o vereador foi indiciado pela Polícia Civil por mais um crime.

Jairo agora irá responder por agredir a filha de uma ex-namorada que conviveu com ele ao decorrer de dois anos entre 2010 e 2013. Vale lembrar que no início do caso, a ex, já havia denunciado o parlamentar, no entanto o advogado conseguiu abafar o caso.

Porém com o avançar das investigações, novas informações começaram a provar que Jairo, não era tão bonzinho como ele afirmava ser.  A jovem que foi agredida quanto tinha 4 anos de idade, cresceu e conversou diretamente com o delegado, e afirmou que sofria nas mãos do vereador.

No entanto, Jairo segue alegando que jamais agrediu ninguém, mesmo que as provas provem o contrário. “Em determinados momentos, ele faz alusão a não estar em determinados locais com determinadas pessoas, em especial com essa criança, e as fotos demonstram o contrário. Essa criança frequentava, de fato, a residência”.

O caso do menino Henry foi um dos mais falados nos últimos tempos e o que mais gerou revolta na população, na época dos depoimentos, o casal foi amplamente atacado com ênfase em Jairo, pois segundo a mãe da menina, sua filha teve a cabeça afundada na piscina, no entanto, a ex-mulher foi ouvida apenas como testemunha da violência do vereador.

Somente agora, é que as autoridades decidiram abrir uma denúncia contra Jairo. Mesmo não possuindo ligação direta com o caso de Henry Borel, o testemunha da ex de Jairo, foi crucial para entender melhor, como funciona a cabeça do político.

Uma outra criança foi agredida pelo político, entretanto o caso segue sendo analisado pela polícia. O menino teve a perna quebrada pelo parlamentar.