in

Em chamada de vídeo, sobrevivente diz a mãe: “Deus cuidou de mim”


Nesta sexta-feira (4) a mãe de um a sobrevivente ao acidente com ônibus na BR-381 em João Monlevade – MG, conseguiu falar com a filha por uma chamada de vídeo.

Vitória Cardoso de 19 anos, saiu do interior de Alagoas para encontrar com o pai em São Paulo no Ônibus que caiu da ponte na BR-381 no km 350. O acidente aconteceu nesta sexta-feira (4) por volta de 16h20 e de acordo com os bombeiros até as 20h contabilizavam mais de 15 mortos e pelo menos 27 pessoas ficaram feridas no acidente.

Vitória gravou uma mensagem de áudio tranquilizando a mãe:

“- Mãe, eu estou bem, tá? Aconteceu um acidente e eu tive um corte na perna e a minha cabeça bateu e está doendo, mas já me deram remédio, cuidaram bem de mim e eu estou bem, tá? Fica bem mãe, não fica preocupada comigo que está tudo bem. Deus cuidou de mim, você orou por mim e está tudo certo”.

A mãe Mazy explicou que mesmo após ter ouvido a mensagem da filha só conseguiu ficar tranquila quando conseguiu vê-la pela chamada de vídeo, que a jovem fez de um celular de uma enfermeira que a ajudou.

“- Ela está com o rostinho muito inchado, colete no pescoço e muita dor de cabeça. Mas já foi medicada”, disse a mãe, que contou ter ficado desesperada quando soube do acidente.

 

A mãe da jovem Mazy Cardozo, muito emocionada informou que Vitória Cardoso Caldas Silva pegou o ônibus em Mata Grande, no interior de Alagoas para ir de encontro com o pai.

Vitória havia embarcado no ônibus ás 9h de quinta-feira (3) e que a chegada estava prevista para sábado (5), a mãe contou que toda semana a empresa de ônibus realizava este percurso até São Paulo. A família de Vitória tinha duas casas de aluguel em São Paulo onde estão seu pai e seus irmãos.

A empresa empresa Localima Turismo se pronunciou sobre o acidente, lamentou pelas vitímas e familiares e informou que a empresa possui contrato de arrendamento junto a J.S. TURISMO, que faz o transporte de passageiros.A nota diz ainda que a Localima vai prestar assistência às vítimas.