Ex leva jovem ao motel para mata-la e cometer suicídio em seguida

Uma garota de 18 anos foi atraída por um trágico encontro em um motel em Itararé (SP). Depois de conhecer o ex-marido na sala, ela levou quatro tiros. O assassino de 34 anos então se matou. A tragédia aconteceu no domingo, 22.

A Polícia Militar informou que o assassino foi Wender Martins, que trabalhava como segurança no Fórum Sengés (PR), que conheceu Adrielly Gaya após sair do trabalho.

Os dois foram para um motel, segundo relatório policial, e lá, por volta das 17h, um funcionário ouviu os tiros e ligou para o quarto, sem resposta.

+  Caso Mariana Ferrer: Ataques contra a blogueira geram grande indignação na web

A polícia foi chamada e encontrou os dois corpos. Adrielly estava morta ao lado da cama e Wender estava deitado na cama segurando a arma sobre a barriga.

Os dois tiveram uma filha. A Polícia Civil investiga a motivação do crime.

Após se humilhar para voltar com o ex no meio da rua, moça recebe um “não te quero mais”

O rede social Youtube é uma rede de postar vídeo muito poderosa. Muitas pessoas gravam seus vídeos preferidos para mostrar para seus seguidores o seu dia a dia ou o trabalho que exercem. Porém, muitos acabam postando flagras impressionantes que podem viralizar em minutos.

+  Após sentir dores, João de Deus recebeu alta do hospital Sírio Libanês, em Brasília

Nesse caso, um vídeo está chamando muita atenção nas redes sociais. No Youtube, por exemplo, a gravação já passa de 100 visualizações, levando em consideração que acabou de ser postado nesse domingo (22).

No vídeo em questão, nota-se um rapaz e duas moças, que foram identificadas como a amante e a atual namorada do rapaz. Ao que tudo indica, o rapaz foi flagrado com a amante, mas a atual que aparenta gostar muito do rapaz luta por ele e até mesmo chega a se humilhar pedindo para ele voltar.

+  Vídeo: Telhado desaba em cima de homem na véspera do seu aniversário e ele sobrevive: ‘milagre’

É visível que o rapaz escolheu a amante e não quer mais nada com a atual, no entanto…


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário