Famosa vidente diz como seu Francisco foi recebido no céu e narra encontro emocionante

Na ultima segunda-feira o Brasil amanheceu com em luto com a triste noticia da morte de seu Francisco, pai dos cantores Zezé de Camargo e Luciano. Ele estava internado a um mês lutando contra problemas no pulmão.

Não demorou muito para que alguns videntes famosos viessem a falar sobre a morte de seu Francisco, deixando muita gente emocionada em todas a redes sociais.

Este foi o caso da vidente Érica Dias que resolveu falar sobre a passagem de seu Francisco para o outro lado do mundo espiritual.

Um vídeo enviado para o jornalista Fernando Borges, da TV News no Ar do YouTube, a médium Érica Dias, muito conhecida por ter prevido a morte de artistas como Vanusa e Gugu Liberato, menciona que falou sobre Seu Francisco em fevereiro. Para ela, o pai de Zezé e Luciano teve dificuldade em se libertar do mundo natural, esperando o pedido de perdão dos filhos.

+  Paulo Gustavo: Sthefany Brito diz que recebeu ‘sinal de Deus’ sobre ator

Além de médium, Érica Dias é cigana e sensitiva, e diz sentir neste momento que Seu Francisco está passando. Ela conta que o pai de Zezé e Luciano vêm para outro mundo, que vamos chamar de “paraíso”. Segunda Érica Dias, um menino muito jovem e bonito o esperava lá. A Vidente pensa que pode ser filho de Seu Francisco.

+  Jovem modelo de 22 anos que venceu o câncer 5 vezes falece depois de contrair vírus

Em 1975, Emival Camargo, irmão de Zezé, e depois seu companheiro, morreu em um acidente de carro. Zezé então formou outros pares até chegar ao irmão Luciano, com quem fez sucesso.

O corpo de seu Francisco da dupla da aldeia Zezé Di Camargo e Luciano foi sepultado ontem por volta das 17h30, no cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia.
O local do despertar tinha acesso controlado devido à nova pandemia de coronavírus.

+  Vídeo: Oscar Magrini revela existência de quarto "do pó e do c*" na Globo

Às vezes, a imprensa tinha permissão para entrar. Um foi no início de uma cerimônia religiosa liderada por um pastor da Igreja da Congregação de Deus. Zezé entrou segurando acordeão e tocando “É o Amor” com uma dupla de amigos Di Paullo e Paulino. Ele não aguentou muito tempo e logo precisou da ajuda e dos cumprimentos de suas filhas – foi a única vez que ele se aproximou do caixão de seu pai. A tarde toda ele se sentou e abraçou seus amigos.


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário