Fátima Bernardes não consegue conter as lágrimas ao comentar a morte de Paulo Gustavo

A notícia da morte de Paulo Gustavo pegou famosos e anônimos de surpresa e chocou a todos, o saudoso humorista era querido e adorado por todos, seu jeito engraçado sempre trazia luz e leveza para o ambiente. Por conta disso, diversos artistas tiraram um tempo para prestar uma última homenagem ao famoso.

E hoje pela manhã a apresentadora Fátima Bernardes não conseguiu conter as lágrimas, ao falar da amizade e do prestígio que tinha pelo artista. Paulo Gustavo vale dizer, foi mais uma vítima fatal do terrível vírus da covid-19 ele acabou não resistindo depois de 40 dias de luta contra  a doença.

+  Caso Henry Borel: Leniel faz desabafo emocionante sobre aniversário de Henry: 'Como era lindo te ver crescendo'

Ao vivo em seu programa, a famosa chorou copiosamente e emocionou a todos. “É uma tarefa muito difícil, eu preciso dizer”, enfatizou a apresentadora minutos antes de chamar o também apresentador Fábio Porchat para participar da atração.

“Eu preciso compartilhar que é muito difícil fazer um programa como esse. É muito difícil convidar alguém para participar em um momento como esse em que as pessoas estão em luto, estão em dor. Ao mesmo tempo, é muito injusto não fazer uma homenagem para uma pessoa que foi o que ele foi para tantos brasileiros”, ressaltou a famosa ao vivo. 

+  Vaza vídeo do criminoso que matou Cabo Cardoso "cara de choro"

A fala de Fátima acabou viralizando na web e deixou todos comovidos pelas palavras de dor e carinho ao querido artista, que deixou para trás uma legião de fãs. Fábio Porchat também não conteve o choro e falou emocionado sobre a partida do amigo, ambos chegaram a trabalhar juntos e os trabalharam na área do humor e cativaram muita gente.

Um dos papéis mais icônicos do artista Paulo Gustavo, foi quando ele deu vida a dona Hermínia, personagem inspirada em sua própria mãe. O filme fez tanto sucesso que acabou virando trilogia, fazendo com que o nome do artista fosse conhecido por todos no país e no mundo à fora.

+  Pai matou o próprio filho para não ter que pagar pensão

PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário