Notícias

Funcionário de hospital encontra rato cozido dentro de seu sanduíche

Um funcionário de um hospital localizado na cidade de Toowoomba, na Austrália, teve uma surpresa nada agradável. O rapaz, no momento em que estava degustando um sanduíche em uma cafeteria do seu local de trabalho, acabou, para sua infelicidade, encontrando fatias de um rato cozido.

Após se deparar com o que estava acontecendo, o homem decidiu tirar fotos do ocorrido, aproveitando, ainda, para alertar os funcionários do local sobre a surpresa que obteve.

Nas imagens que o funcionário tirou, é possível ver, com clareza, o corpo do rato cozido dentro do pão, sendo perceptível, também, o rabo do animal.

A cafeteria em questão realiza serviços terceirizados para o hospital e, de acordo com as informações divulgadas pelo Serviço de Saúde Darling Downs, foi informado pela cafeteria que as normas de higiene dos alimentos estavam sendo cumpridas no local.

ANÚNCIO

O porta-voz da empresa ainda se manifestou sobre o ocorrido. “Levamos esse incidente muito a sério, sendo nossa maior prioridade a saúde e a segurança de nossa comunidade, pacientes e funcionários”, informou, após o caso gerar uma grande repercussão.

Esse foi o primeira caso de ratos nos alimentos que aconteceu na cafeteria. Mesmo com o caso inusitado, os funcionários do local, ainda sim, continuam frequentando o ambiente.  

O homem que encontrou o rato em seu sanduíche também recebeu um pedido de desculpas formal pelos administradores. Não há informações, no entanto, se ele decidirá processar a empresa após tal acontecimento.

Inspeção Sanitária no Brasil

No Brasil, o serviço de Inspeção Federal (SIF), é um sistema de controle do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que possui o intuito de avaliar a qualidade dos alimentos de origem animal, sejam eles comestíveis ou não comestíveis. Os fiscais que controlam as inspeções visam verificar se o produto está atendendo os requisitos mínimos de qualidade para serem consumidos. É avaliado, por exemplo, a acidez no leite, bem como a possibilidade dos animais terem sido vendidos já chegando morto no abatedouro. Aqueles produtos que são aprovados, recebem um selo de aprovação do Serviço de Inspeção.