Garoto de 7 anos que levou um tiro em confronto entre policiais e bandidos foi usado como escudo

O caso do garoto de 7 anos que foi alvejado na perna ao decorrer de um tiroteio entre policiais e bandidos teve mais uma revelação chocante.

O menino que foi pego no meio do confronto que teve início depois que os bandidos atacaram a polícia. Ele foi feito de refém junto ao pai e ainda usado como escudo segundo revelaram as testemunhas.

O carro onde estavam, Rafael Capela e seu pai, Flávio Miranda, foi parado pelos bandidos. O pequeno Rafael Capela tomou um tiro na perna no atrito entre policiais e bandidos no Rio de Janeiro.

+  Morre aos 38 anos de Covid-19 Cantor de pagode; 'Tinha muita saúde'

O pequeno de 7 anos está em estado grave e assim que foi socorrido foi levado para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, também na Zona Norte.

No confronto um dos bandidos perdeu a vida, e mais um foi detido, além de terem suas armas presas.

O pai do jovem baleado chegou a compartilhar uma gravação emocionante em suas redes sociais, Flávio Miranda chegou a pedir doação de sangue para seu filho, que luta pela vida. De acordo com Flávio, não há restrição do tipo sanguíneo, e a doação pode ser realizada no Hemorio, na Rua Frei Caneca, no Centro, falando o nome do pequeno Rafael.

+  Mulher se casa com milionário 63 anos mais velho, ele morre e deixa ela fora do testamento

Segundo as autoridades locais, o embate teve início assim que os criminosos atacaram o batalhão da polícia que auxiliava na patrulha do local, onde estava sendo realizada uma operação no Morro da Serrinha, localizado em Madureira, que fica atrás do Juramento, e os agentes estavam posicionados para que impedissem os criminosos de fugir da ação policial.

+  Policial tortura esposa colocando cacos de vidro em sua boca e cortando as solas dos seus pés

Entretanto, os bandidos chegaram a se adiantar e entraram em confronto direto com os policiais pegando a população do local de surpresa, infelizmente o carro onde estava Rafael e seu pai, foram pego no meio da ação, e o jovem foi quem levou a pior.

Conforme foi relatado o tiro que atingiu Rafael veio de uma arma da polícia.


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário