Homem abusa de criança e diz ser “Fascinado por crianças”

Suspeita de estupro de criança na Bahia denuncia a polícia; O delegado disse que o homem disse que era “fascinado pela pedofilia”. O suspeito está desaparecido desde domingo (8). O crime, cometido no domingo (8), resultou no incêndio criminoso da sede do suspeito. Uma dona de casa de praia suspeita de estuprar um menino de 10 anos em Valença, bairro de Guaibim, sul-sul de Ba, apareceu à polícia em cortejo de advogados nesta quarta-feira (11).

Graças ao delegado José Raimundo Neri Pinto, a pessoa disse que tinha dor de cabeça, tinha “fascínio pela pedofilia” e precisava de ajuda. Está desaparecido desde domingo (8), quando teria cometido violência no contexto de mera fixação comercial. Após ser interrogado na delegacia, ele foi solto porque não havia mais flagrantes.

+  Vídeo mostra primeira live da pequena Fabíola com a família e comove a todos

O delegado disse que o caso ainda está sob investigação e que o homem deve ser responsabilizado pelo crime de estupro de vulneráveis. A vítima e seus familiares foram entrevistados e foram emitidas instruções para a investigação de danos pessoais. O conteúdo do testemunho não foi divulgado. A população ateou fogo à tenda do suspeito e, no domingo, após o crime, os habitantes da região incendiaram o ponto de venda do suspeito.

+  Moradora de rua come cérebro de vítima de acidente de trânsito

O chefe José Raimundo Neri Pinto disse que ainda está investigando quem foi o responsável pelo ataque ao imóvel.]

Na terça-feira (10), os moradores de Guaibim realizaram uma manifestação exigindo a prisão do suspeito. Os manifestantes bloquearam as duas entradas da avenida principal que dá acesso às praias, ergueram barricadas e incendiaram objetos, impedindo a passagem de veículos. Segundo a Polícia Militar, o protesto começou em 7:30 e terminou às 10:00 se o tráfego diminuiu.

+  Absurdo: Como Dj Ivis está vivendo na cadeia é de cortar o coração

De acordo com o delegado José Raimundo Neri Pinto, o homem testemunhou que está doente, “é fascinado pela pedofilia” e precisa de ajuda. Depois que o suspeito foi interrogado, ele foi solto porque não havia mais outros flagrantes. O caso ainda está sob investigação e o homem deve ser levado à justiça pelo crime de estupro de pessoa vulnerável. A cada dia esse crime se torna mais comum em nossa sociedade, é repulsivo! Devemos fazer algo para cuidar de nossos filhos.


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário