Homem esfaqueia a esposa grávida e o bebê morre após um nascimento

Um homem de 44 anos foi preso na madrugada desta terça-feira (10) em Três Lagoas, a 313 quilômetros de Campo Grande, após se confessar culpado de esfaquear uma gestante de 6 meses. Ela passou por uma cesariana repentina, mas o bebê morreu cerca de quatro horas depois.

Segundo o hospital, a mulher de 41 anos está em estado grave e respirando com aparelhos.

O crime aconteceu enquanto a mulher dormia. Testemunhas relataram ter visto sangue no corredor do condomínio onde o casal mora. Logo depois, segundo relatos, viram uma mulher, seguida por um marido, que disse que levaria sua esposa ao hospital.

+  Homem que abusou de criança de apenas 7 anos com Autorização da mãe sofre duro castigo na mão da população

A polícia foi chamada e o hospital Nossa Senhora Auxiliadora encontrou um homem com um ferimento no braço esquerdo e uma mulher grave com ferimentos na cabeça e nas costas.

De acordo com os registros da polícia, o homem confessou ter esfaqueado a esposa “por pura e fútil ignorância”. Ele foi preso em flagrante.

Duas facas foram apreendidas no apartamento do casal. A polícia informou que no momento do crime havia duas filhas da vítima no apartamento.

+  Vídeo: emocionante mostra policial salvando bebê engasgado no meio da rua

Criança de 7 anos teria sido abusada por padrasto com autorização da mãe #JustiçaporSophia

Usuários do Twitter se mobilizaram na manhã desta terça-feira (10) e fizeram o tópico #JustiçaporSophia se ressurgir um dos assuntos em grau superior comentados na cilada social. à medida que os internautas, o caso estaria confrontado ao estupro de uma criança de 7 anos, pelo padrasto, resolvido com autorização da mãe. A polícia, porém, não confirmou quão se a ocorrência é verídica.

+  Vídeos: Quadrilha invade cidade de Santa Catarina e faz reféns em assalto a bancos

Segundo informações que circulam nas redes, a situação teria realizado na povoação de São Fidelis, no mar de Janeiro, na segunda-feira (9).

Após imagens dos supostos envolvidos no maldade serem compartilhadas em grupos de WhatsApp e no Facebook, um protesto se formou na cara da igreja do parelha misturado na suposta história divulgada…


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário