Lembra do Caso Ísis Helena? a bebê que a mâe matou e enterrou, Familiares e parente cria “ONG”

O corpo da pequena Ísis Helena foi sepultado no Cemitério Municipal de Itapira (SP) na tarde desta quarta-feira (29), após cerimônia reservada onde seu pai, avó e outros parentes se encontraram. O corpo dela foi encontrado pela manhã enterrado na área de Duas Pontes e depois submetido a perícia do Instituto Médico Legal (IML) para apurar a causa da morte da criança.

A menina está desaparecida desde 2 de março. Segundo a City Watch, a mãe de Ísis, Jennifer Natalia Pedro, disse que enterrou o corpo da menina, não que o tenha jogado no rio, como disse ao confessar o crime. A mulher foi presa em tribunal na sexta-feira.

+  após engolir pedra sanitária e vomitar líquido rosa, Menina de 2 anos morre

Investigadores da polícia civil informaram à EPTV que Jennifer usou uma espátula para enterrar o corpo de uma criança. Depois de localizado, o corpo foi levado ao IML Mogi Guaçu. O relatório de resultados analíticos deverá ser publicado em até 15 dias. Até esta publicação, a Polícia Civil não confirmou se a investigação do caso já foi concluída.

+  3 crianças são encontradas sozinhas em uma casa em meio a fezes, lixos e ratos: 'Situação totalmente desumana'

Resumo Isis Helena, 1 ano e 10 meses, desapareceu no dia 2 de março. Isis nasceu prematuramente com microcefalia e estava tomando medicamentos prescritos. Inicialmente, a mãe disse que a menina desapareceu após sair de casa onde morava apenas o avô. A mãe afirmou que, ao retornar, a porta de casa estava aberta e ela não conseguiu mais encontrar o bebê.

Jennifer mudou os fatos após sua prisão. Ela disse que sua filha estava doente e que ela deu uma mamadeira e a colocou para dormir de costas. No dia seguinte, ele encontrou a criança morta por sufocar com a comida. Segundo a polícia, a mulher disse que estava com medo e decidiu jogar o corpo da filha no rio. No entanto, ela revelou mais tarde que havia enterrado o corpo, o que permitiu a localização. Jennifer está presa.

+  Pastor ejaculava na boca das suas fiéis e dizia que era 'leite sagrado'

PARENTES E FAMILIARES CRIARAM UMA ONG EM SEU MEMORIAL

 


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário