Mãe raspa a cabeça da filha após descobrir mensagens íntimas no celular da menina

Um vídeo que viralizou na internet revolta quem assistiu o vídeo, no vídeo uma mulher aparece cortando o cabelo e raspando a cabeça da criança de 13 anos. Segundo as informações a mãe da garota descobriu fotos íntimas no celular da garota que foram enviadas para um garoto.

Após ver as fotos a mãe da jovem teria agredido a menina antes de que a garota fosse para a escola, após isso a mulher não satisfeita foi até a escola da jovem e esperou a menina na porta da escola.

+  Mulher fica revoltada após fiéis não votarem em pastor da Assembleia e áudio viraliza; "crentes safados"

Segundo as informações a menina foi novamente agredida na frente de colegas e levada pra sua casa, mas as agressões não terminaram por aí, a mulher em um rompante de raiva começou a cortar o cabelo da garota com uma tesoura, tudo estava sendo gravado ao que parece por uma outra criança.

A jovem de 13 anos pedia desesperada que a sua mãe parasse com o que estava fazendo, mas a mulher continuou e não satisfeita ainda passou a máquina de corte de cabelo na cabeça da jovem de 13 anos deixando a menina totalmente careca.

+  Enfermeira denuncia cenas horríveis em hospital com pacientes de covid

Nas gravações a mulher ainda dizia para a jovem que desta forma ela não iria mais mandar fotos para ninguém, a menina desesperada implorava para a mãe não raspar o cabelo, mas de nada adiantou.

As cenas são muito fortes e chocaram quem assistiu, até mesmo pessoas acostumadas a lidar com esse tipo de situação ficaram chocadas com as cenas. A mãe foi presa e indiciada por rime de tortura. Mas agora vai responder por lesão corporal, a jovem foi colocada sob a guarda de seu pai que é separado da acusada.

+  Tristeza: Marido de Ana Hickmann Divulga seu tratamento e sua luta para não perder a vida para o Câncer "Orem por mim"

De acordo com o padrasto da criança, isso foi um fato isolado e a mulher não tem o histórico de violência doméstica, segundo ele a mãe da menina ficou desesperada com o que viu e não soube como agir. O conselho tutelar confirmou que não há denúncias de violência doméstica anteriores a este fato contra a família, mas no entanto ela será observada de perto e está impedida de se aproximar da filha por hora.


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário