in

Menina morta pela madrasta e a mãe era obrigada a ingerir comida estragada

A morte da pequena Ketelen Vitória Oliveira da Rocha, impactou todo o país, devido a brutalidade que ela foi agredida e torturada pela própria mãe e pela madrasta. Agora as autoridades seguem investigando o caso, e uma revelação chocante deixou todos aterrorizados. A menina de apenas 6 anos de idade, era atormentada pela mãe a muito tempo.

Segundo relatos, Ketelen Vitória passava por períodos de fome, onde era torturada e não tinha o direito nem de comer direito, ela ficava dias sem ingerir um alimento sequer. A jovem, vale lembrar foi internada em estado grave, com quadro de politraumatismo e com arreflexia e veio ao óbito logo depois.

As principais suspeitas estão presas, e por mais impressionante que a barbaridade posa parecer, as pessoas que a fizeram são piores ainda, pois quem comandava tudo era a mãe da criança, Gilmara de 27 anos acompanhada de sua companheira, Brena Luane Barbosa Nunes, de 25 anos.

Ambas chegaram a confessar que abusaram da pequena durante todo um fim de semana. Segundo relatos, a jovem foi agredida depois que bebeu um pouco de leite que tinha caído no chão.

Quem relatou tudo foi a “avó” da criança, Rosângela Nunes, que é mãe de Brena, de acordo com ela, a menina só fez o que fez, pois estava faminta, pois tudo o que sua mãe lhe dava era café e farinha.

A senhora de 50 anos, que também foi presa, a menina só podia comer 2 vezes ao dia e ainda tinha que comer comida estragada e pães estragados, pois senão apanhava mais e mais. Na delegacia, além de admitirem as agressões contra Ketelen, a mãe e a namorada trocaram acusações sobre quem maltratava mais Ketelen Vitória, deixando os policiais revoltados com a atitude das duas.

Agora o casal já está detido e segue sendo investigado pela polícia civil de Porto Real.