Mulher embriagada vomita em carro de aplicativo é empurrada para fora

Uma mulher de 22 anos afirma ter sido empurrada para fora de um carro de aplicativo depois de discutir com um motorista. Ela vomitou no carro na noite de domingo, 1. O caso foi parar na delegacia de Campo Grande (MS).

A mulher estava em uma festa com a irmã e bebeu álcool. Os dois pediram para correr e, no meio do caminho, a mulher vomitou e vomitou.

Segundo o boletim de ocorrência, o piloto encerrou a corrida no meio da corrida e, segundo a mulher, arrancou o celular da mão dela exigindo o pagamento da lavagem do carro naquele momento.

+  Vídeo: Jovem grávida pula do quarto andar para se salvar das agressões do marido

A mulher também conta que foi empurrada para fora do carro pelo motorista, o que causou ferimentos nas pernas.

A versão do driver é diferente. Ele afirma que ela caiu ao sair do carro. Ele também conta que o passageiro o ameaçou dizendo que ligaria para atirar no rosto do motorista.

Todos foram para o Pronto Socorro Comunitário, onde o caso foi registrado como fato e ameaça.

+  Infelizmente aos 42 anos, Paulo Gustavo perde os sinais vitais e fica entre a vida e a morte

Para serem mais felizes, mulheres deveriam ter dois maridos, diz estudo

De acordo com um estudo científico que analisou uma população africana, ficou comprovado, de uma vez por todas, que as mulheres se beneficiam mais da poligamia do que os homens.

De forma cultural, a sociedade acabou favorecendo mais o sexo masculino do que o sexo feminino quando estamos falando de costumes considerados ‘diferentes’. Nos países do leste, por exemplo, é algo ‘normal’ um homem se casar com várias mulheres ao mesmo tempo, usando como justificativa argumentos religiosos para que isso possa ocorrer. No entanto, já imaginou se tal costume fosse ao contrário?

+  Família de Lázaro Ramos é diagnosticada com terrível doença e Brasil entra em oração

Segundo o artigo denominado “Desvendando o sucesso de acasalar e testar os princípios de Bateman”, ao qual foi comandado por Cody. T. Ross e Monique Borgerhoff, as mulheres possuem muito mais benefícios quando estamos falando da poligamia…


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário