Novo vídeo mostra o que os seguranças disseram para Beto enquanto ele agonizava: ‘Sem cena, tá? A gente te avisou da outra vez’


Recentemente, um vídeo das agressões sofridas por João Alberto Silveira Freitas, que faleceu no dia 19 de novembro, vem gerando uma enorme repercussão nas redes sociais. O rapaz, que possuía 40 anos de idade, foi morto em um estacionamento no Carrefour de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Nas gravações em questão, é possível ver, com clareza, um homem que estava com vestimentas vermelhas semelhantes ao do segurança que haviam espancado João Alberto, proferindo a seguinte frase: “Sem cena, tá? A gente te avisou da outra vez”.

+  Tartaruga 'voadora' bate em carro e atinge mulher de 71 anos na cabeça

O vídeo em questão, que vem chocando milhares de brasileiros, foi obtido pelo site chamado GaúchaZH. Após o triste ocorrido, os seguranças Giovane Gaspar da Silva e Magno Braz foram presos em flagrante, com a prisão preventiva sendo decretada posteriormente.

O homem que disse a frase havia se dirigido à João Alberto, ao passo que Giovane e Magno se encarregavam de imobilizar a vítima. O nome do homem, até o momento desta publicação, ainda não foi reconhecido.

Nas gravações, é possível perceber, também, que pelo menos sete pessoas assistiam à cena. Agora, a polícia está investigando se outras pessoas, além dos seguranças, tiveram responsabilidade pelo fato de terem assistido de forma “passiva”.

+  Jovem comemora ao engravidar de homem rico e mais velho: 'Muito dinheiro'

De acordo com as informações concedidas pela Polícia, os seguranças do mercado ficaram pressionando o homem negro no chão por mais ou menos cinco minutos. A causa provável de João Alberto ter ido a óbito é asfixia, conforme informou o laudo preliminar do Instituto Geral de Perícias.

Agora, é investigado o crime que, no momento, vem sendo classificado como homicídio triplamente qualificado. A delegada Roberta Bertoldo, que está encarregada de averiguar os fatos, frisou que “jamais se justificaria qualquer tipo de desentendimento, seja ele qual for, para que levasse a efeito tamanha violência como a que ocorreu durante esta ação, desses seguranças, nesse supermercado”.

+  Criança de 5 anos morre atropelada por ônibus após cair de bicicleta

Momentos antes de ocorrer a agressão, imagens retiradas do interior do mercado pôde mostrar que João havia se dirigido a uma funcionária e, após, foi encaminhado pelos segurança do supermercado.


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário