“O amor não tem cor em minha casa” Mãe é confundida com babá dos filhos por ser negra

Um caso inusitado chamou a atenção de todos os internautas, e a protagonista desta história é Treka Engleman, a jovem decidiu se inscrever para adotar uma criança, pois era seu sonho, entretanto o que aconteceu com ela depois, depois muita gente chocada. Treka Engleman queria ser mãe, e nunca se importou com a cor que seus filhos pudessem ter.

Porém o que muitos fizeram foi de partir o coração. A jovem revelou que cresceu sem a presença de sua mãe, pois ela acabou morrendo quando a jovem tinha apenas 6 anos de idade, e daí que veio o sonho de ser mãe é poder estar sempre presente quando seus filhos precisarem.

+  Incêndio atinge instalações do Grupo Globo no RJ

Vinda de uma família grande, Treka Engleman sempre desejou ser mãe, com isso ela teve de passar por algumas aulas, para entender melhor o processo da maternidade e assim poder adotar uma criança. A jovem passou nos teste e nas aulas, e no momento de informar suas preferências, ela afirmou que não tinha nenhuma preocupação, vou amar a todos do mesmo jeito, ponderou Treka.

+  Namorado e amigo sequestram e estupram mulher por uma semana

Assim que passou em tudo, a jovem descobriu que poderia adotar 4 crianças. Em dezembro de 2016, Treka se tornou mãe de Elijah Lee Hill,depois adotou a pequena Alexis Bowman pois sua irmã tinha sido levada para um outro lar, pois se meteu em problemas. No entanto, depois de algum tempo ela juntou as duas irmãs.

Treka estava com 30 anos e 3 filhos adotivos, no entanto o que chama a atenção  na história da jovem, são os preconceitos que ela vive por conta da diferença de cor dela para com os filhos. Em um bate papo com o jornal local, Treka Engleman contou que vira e mexe sofre críticas pesadas e racismo por causa das adoções.

+  Maju Coutinho divulga ficha criminal de homem morto no Carrefour e é duramente criticado

Segundo a jovem, ela foi indagada se ela não era a babá das crianças, pois eles são brancos e ela é negra. Mãe de 3 filhos, revela que a luta é dura, porém ela não vai desistir e ainda pede para que as pessoas adotem.


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário