in

Padre é vitima de racismo por fiéis e causa revolta na web: “preto fedido”

Essa é uma daquelas noticias que causam repudio na maioria das pessoas no mundo, nem de longe o racismo é incomum na atualidade, apesar de estar diminuindo cada dia mais com a Conscientização das pessoas.

O caso no sul de Minas Gerais acabou gerando polêmica e indignação entre os cristãos católicos e a comunidade da região, um pastor foi vítima de racismo e dano racial cometido por alguns fiéis fiéis da cidade. .

O padre Riva Rodrigues até então não registrou o caso via boletim de ocorrência na delegacia, segundo ele prefere que isso fosse exposto no intuito de conscientizar as pessoas sobre o ato de racismo.

O padre de 42 anos chegou a Alfenas-Minas Gerais há dois meses e, segundo ele, é o primeiro vigário paroquial negro da Paróquia de São José e Nossa Senhora das Dores.

Os crimes são diversos e muitas pessoas não aceitam a cor dos novos padres das igreja de São José e Nossa Senhora das Dores.

“Via telefone eles falaram muitas coisas. Os fieis pediam que avisassem quando o padre preto ia celebrar a missa, porque eles não gostam de negro”.

Ele relatou o último crime ocorrido na semana passada, mesmo durante a celebração do “Dia da Consciência Negra”.

“Quando um casal de fieis chegaram para celebração perguntou se era o padre preto fedido que ia celebrar a missa de novo”.

Entende-se que, quando ocorreu esse problema, o religioso ainda não havia registrado Boletim de Ocorrência.

“Eu creio no poder do amor e decidi pela conscientização. mas confesso que no começo dói muito essa situação. Mas rezando, eu optei pelo desabafo, pela denúncia e levar o nosso povo a conscientizar, que nenhum tipo de preconceito é bem-vindo na nossa sociedade”.

O padre revelou que não foi a primeira vez que se ofendeu com a cor da pele.

Em 2013, ele encontrou situação semelhante em Poços de Caldas. Concluindo: Todos que acreditam no valor da pessoas deve repudiar esse ato de crime racial ainda existente”.