PM grava vídeo minutos antes de perder batalha contra Covid-19: ‘Não vejo a hora de voltar para casa’

Um caso para lá de emocionante pegou os internautas de surpresa esta semana depois que um vídeo acabou viralizando nas redes sociais. O capitão da reserva da Polícia Militar Sebastião Salustiano da Silva Neto acabou perdendo a batalha contra o covid-19 entretanto o que ele fez deixou lágrimas nos olhos de muita gente.

O policial de 59 anos, comoveu todo o Brasil por conta de seu falecimento, Sebastião estava internado com coronavírus e acabou fazendo uma gravação minutos antes de morrer revelando que estava se sentindo animado e confiante de que venceria a terrível doença.

+  Saiba toda a verdade sobre Beto Freitas Pai de 4 filhos, vizinho do mercado onde foi morto

Em determinado pedaço do vídeo, o PM fala que deseja voltar para sua casa. “Não vejo a hora de voltar para casa. Já estou conseguindo sentar. Agradeço a todos pelas orações. Estou me saindo bem”, afirmou Sebastião Salustiano da Silva Neto.

O vídeo foi feito dentro do hospital onde ele estava se recuperando do covid-19 em Manaus, cidade mais afetada pela doença que vem sofrendo cada dia mais e mais.

+  Luto: Enfermeiro grava vídeo antes de perder a vida para a Covid-19. 'Não é adeus…Volto em dias'

Ao decorrer da vida de Sebastião ele teve uma carreira exemplar como oficial da lei, ele trabalhava no Distrito Federal e assim que se aposentou decidiu vir para Manaus, Sebastião Salustiano da Silva Neto já é o 14° policial a perder a vida pelo vírus.

O PM chegou a ver com os próprios olhos como estava o sistema de saúde da capital amazonense que teve grande destaque na mídia nas últimas semanas devido a falta de equipamentos para tratar os pacientes na ala de coronavírus.

+  Casal e bebê são atropelados em faixa de segurança

A família do policial acabou ficando desolada com a notícia de sua morte.

Inclusive o próprio Sebastião chegou a relatar acerca do ambiente caótico que estavam os hospitais, e ainda chegou a agradecer pelo fato de onde estar internado não ter sofrido nenhum problema e mostrou toda sua gratidão a equipe médica que o atendeu logo depois alertou a todos, “Usem máscara, essa doença é horrível”.


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário