in

Quadrilha que realizou assalto em Criciúma abandona mais de R$300 mil pelas ruas

Nesta terça-feira, dia 1° de dezembro, a madrugada começou causando medo nos moradores de Criciúma, Santa Catarina. Uma quadrilha, com pelo menos 30 integrantes, invadiu a cidade para realizar um assalto a uma agência bancária, afim de roubar o cofre da tesouraria.

Os criminosos estavam com armas de alto calibre e também explosivos, o que resultou também em um incêndio. Na ação muito dinheiro foi deixado para trás, alguns espalhados pela rua, outros em malas. Alguns blocos de dinheiro acabaram ficando pelo chão.

Pelo menos quatro homens estão detidos por haverem furtado parte das cédulas que foram abandonadas pelos bandidos na fuga da cidade. Segundo a polícia, os rapazes com idades entre 24 e 28 anos, foram encontrados em um apartamento com uma quantia de pelo menos 810 mil reais em duas malas. Dois dos suspeitos serão levados até o presídio regional. A polícia também contabilizou pelo menos 300 mil reais espalhados pelas ruas de Criciúma.

O delegado responsável pelo caso alegou que os bandidos não conseguiram levar todo o dinheiro, então algumas malas e blocos de dinheiro foram abandonados nas ruas. A polícia está apurando se houveram mais pessoas que furtaram a quantia deixada por eles. O delegado conta que ao chegarem no local, tinha inclusive um morador tentando pegar parte da quantia, então foi abordado por eles.

O valor total da quantia que foi furtada pelos bandidos não foi divulgado pelos policiais. A tesouraria ficou destruída devido à explosão causada pelo grupo de criminosos. O grupo também provocou alguns incêndios, bloqueios de algumas ruas de fácil acesso à cidade e também atacaram um batalhão da polícia militar, com os reféns de escudo, para não serem atingidos.

Cerca de 30 quilos dos explosivos também foram abandonados pela quadrilha, juntamente com uma mochila de pregos que seriam usados para furar pneus das viaturas no caso.