Seguranças que chicotearam jovem após furto em supermercado são condenados a 10 anos de prisão em São Paulo


Na última terça-feira, 24 de novembro, dois seguranças foram detidos  e condenados a 10 anos de prisão, como agressores de um menor flagrado em um furto. O jovem estava tentando furtar algumas barras de chocolate na zona sul de São Paulo. O caso ocorreu no mês de agosto de 2019.


A forma com que os seguranças trataram a situação foi repudiada e condenada pelos desembargadores da 4° Câmara de direito criminal. O crime envolveu lesões e tortura, e também foram divulgadas imagens do adolescente despido, em uma situação de vulnerabilidade. O menor havia sido amarrado, amordaçado, mantido em cárcere e despido pelos seguranças.

+  Ex-namorada se humilha para voltar com rapaz no meio da rua e na frente da atual dele

Os dois acusados foram presos no mês de setembro do ano passado, porém somente agora receberam sua sentença definitiva. Um deles, em prol de seu bom comportamento na prisão, conseguiu o regime semiaberto em maio de 2020.

Ambos acabaram sendo absolvidos pelo crime de tortura, uma vez que haviam sido condenados em 1° instância pela lesão corporal. Apesar da absolvição, a pena ganhou mais tempo, pois entraram em um consenso entre os desembargadores e decidiram que o crime de tortura ocorreu de fato.

+  Vídeo mostra segurança do Carrefour sendo agredido primeiro

O adolescente foi pego em flagrante pelos seguranças, que por sua vez, deveriam tê-lo levado à delegacia para que o mesmo pudesse ter sido detido, porém decidiram expor o rapaz ao sofrimento e tortura, tanto física quanto mental. As imagens do rapaz nú e amordaçado foram divulgados, o que causou um abalo emocional com a humilhação.

O jovem de 17 anos de idade foi chicoteado, amarrado, também ameaçado e coagido pelos seguranças,  que o ofendiam a todo momento, o que para os desembargadores, vai além da agressão somente, e enquadra no crime de tortura, onde o mesmo foi submetido à situações de dor e humilhação por longo período de tempo e teve as imagens do crime divulgadas na internet, o que agravou a situação de humilhação do adolescente.

+  Vídeo: Jovem grávida pula do quarto andar para se salvar das agressões do marido

PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário