in

SURPREENDENTE! Pomba é detida por policiais transportando 178 pílulas de ecstasy

Recentemente, um chocante caso que ocorreu em um país do Oriente Médio, chamado Kuwait, acabou gerando uma enorme repercussão nas redes sociais. No país, agentes alfandegários deteram um pombo-correio que transportava drogas em uma mochila que havia sido presa entre suas asas. De acordo com o relatório do órgão, a pombinha estava transportando o total de 178 pílulas de ecstasy ao país.

Após o curioso acontecimento, diversas imagens acabaram repercutindo ao redor das redes sociais e, em pouco tempo, vários países ao redor do mundo viralizaram o caso inusitado, com milhares de pessoas compartilhando e comentando sobre o fato.

Para aqueles que acham que é exclusividade do Brasil o tráfico ser usado de formas inusitadas, sem dúvidas, estas pessoas estão muito enganadas. Como podemos perceber, diversos outros países ao redor do globo acabam criando diferentes métodos com o intuito de conseguir driblar os agentes alfandegários, podendo transitar pelas fiscalizações e, consequentemente, chegar até o destino da entrega de tais mercadorias.


Em território brasileiro, frequentemente nos deparamos com diferentes notícias sobre as descobertas dos agentes policiais, informando os modos aplicados que os infratores estão usando para transportar os produtos ilícitos. É comum nos depararmos com pessoas sendo presas por camuflar as substâncias nas laterais de caminhões, carros e aviões. De forma lamentável, o crime cada vez mais, vem inovando em sua estruturação, operando de diversas maneiras com o intuito de expandir o comércio ilegal e transportar variados tipos de objetos pelo território, não se limitando apenas na droga em si.

O Brasil, no momento, vem necessitando lidar com o tráfico de arsenal de altos calibres. Tais materiais deveriam ser usados apenas pela polícia e pelo exército. A corrupção, no entanto, vem fazendo com que tais armas e munições cheguem nas mãos de traficantes, sendo comum nos depararmos com diversas notícias envolvendo o assunto.

Que o fato ocorrido no país do Oriente Médio possa servir como um alerta para os meios de inteligência conseguirem combater o narcotráfico, estando atentos aos diversos modos que os traficantes, no momento, vem utilizando para transportar as substâncias ilegais.