Tio e sobrinho que foram pegos roubando carne em supermercado são mortos pelo tribunal do crime

Um caso inusitado chamou a atenção de todos em Salvador, tudo porque, dois homens, um tio e um sobrinho viraram notícia depois que furtaram um supermercado. A dupla chegou a roubar alguns pacotes de carne, de um mercado conhecido na região, no entanto, eles não viveram muito para se aproveitar do roubo.

Eles foram encontrados mortos, cheios de marcas de tiros e de agressão. Tudo isso aconteceu pouco tempo depois que o furto foi realizado. Ainda não se sabe ao certo o que aconteceu ou quem foi que assassinou os dois bandidos de forma fria e cruel.

+  Cantora gospel se casa com pastora evangélica, abrem uma nova igreja e fiéis ficam divididos

Bruno Barros da Silva, de 29 anos, e Ian Barros da Silva, de 19,foram filmados roubando carne no mercado Atakadão Atakarejo, no bairro Amaralina. E horas depois foram achados sem vida. Entretanto o que chamou a atenção de todos, foi como a dupla morreu e a forma que eles foram encontrados.

Os corpos foram achados em um carro abandonado em um bairro próximo ao supermercado, o corpo da dupla estava todo flagelado. Segundo as testemunhas, o dono do estabelecimento não teve tempo nem de abrir um BO. Agora a família das vítimas acredita que os responsáveis por tudo foram os seguranças do local.

+  Maria Zilda fala em live sobre os testes de sofá na Globo

Eles alegam que os funcionários do mercado, entregaram a dupla para os bandidos locais, e foi o tribunal do crime que assassinou Bruno e Ian. De acordo com a família dos dois, o local é protegido por criminosos. E a polícia segue investigando o caso.

Através de um comunicado, o dono do estabelecimento declarou, “tratam-se de fatos que envolvem segurança pública e que certamente serão investigados e conduzidos pela autoridade pública competente”, e que a empresa “esta à disposição e colaborando com todas as informações necessárias para a investigação”.

+  Policial que apontou arma para colega da mesma profissão recebe duro castigo

Segundo as autoridades todos os fatos serão analisados e os culpados serão encontrados, no entanto não há pistas sobre quem cometeu o crime.


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário