TRÁGEDIA: Mãe tentou proteger o filho em desabamento de falésia em Pipa e morreu abraçada a ele, diz testemunha


A família aproveitava o dia de folga quando a falésia desabou na terça-feira (17). O casal e a criança de sete meses morreram enterrados.


Stella Souza, uma das vítimas do desabamento da falésia da Praia da Pipa na terça-feira (17), tentou proteger o filho durante o acidente. Segundo testemunhas, ela foi encontrada abraçando um bebê de 7 meses. O marido de Stella, Hugo Pereira, 32, também morreu sepultado neste local, um dos principais destinos turísticos do Rio Grande do Norte.

+  Vídeo divulgado antes da morte de Paulo Gustavo emociona os fãs: “Tem tanta coisa que eu queria dizer antes de ir embora”

O empresário da vela Igor Caetano presenciou o acidente e tentou socorrer as vítimas. Ele disse que a mãe abraçou o filho na tentativa de protegê-lo. “A mãe ainda teve tempo de tentar segurar a criança, então os adultos ficaram mais magoados porque a mãe [a criança] estava abraçando ele”.

“Continuamos a cavar até encontrar o pai e depois a mãe e o bebê. O menino ainda respirava. Um médico foi lá por acidente. Ela tentou reanimar o bebê, mas não teve outra opção ”, disse Caetano. O homem que morreu com a família enterrada viajou com seu cachorro por todo o país

+  Gás de cozinha pode chegar a R$ 200 ainda neste ano

No momento do acidente, o casal e a criança estavam sentados perto do penhasco. João Marinho, primo de Stella, disse que quando a equipa de resgate chegou ao local encontrou a família morta – o cão do casal também foi morto.

“Eu nasci e cresci aqui e sempre aconteceu, mas cada vez mais o mar está a destruir a falésia. Vemos turistas curtindo a sombra das falésias e pedimos que saiam porque conhecemos os riscos ”, disse. ele é um pescador. Conforme a maré sobe e atinge o penhasco, sua base sofre erosão, tornando o topo mais sujeito a desabar. Pipa é o distrito de Tibau do Sul, a cerca de 100 km de Natal. Além das praias, este local é conhecido pelas suas festas culturais e gastronómicas.

+  O cerco está se fechando, policia descobre esconderijo de Paulo Cupertino

 


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário