Vídeo: Menino chora ao ser denunciado por vender água na rua e comove a web


Um garoto de apenas 11 anos de idade, chamado Gabriel, já trabalha nas ruas de sua cidade com o intuito de garantir seu próprio sustento e o de sua família. A criança mora na cidade de Mossoró, Rio Grande do Norte, com sua mãe e mais três irmãos, todos menores de idade, de 2, 9 e 10 anos.


Quer ajudar Gabriel? Contribua com a vaquinha online da VOAA clicando aqui

Infelizmente, a criança apresenta grandes dificuldades financeiras e, de acordo com o que ele relatou através de seu vídeo publicado nas redes sociais, vender várias coisinhas na rua foi o meio que encontrou para conseguir ajudar sua família. Gabriel, com apernas 11 anos de idade, já vendeu água, pamonha e bombons em sua cidade, além de outros itens.

+  Vídeo: PM que deu tapa na cara de mulher em bar é afastado das ruas

Recentemente, o garotinho acabou sendo impedido pelo Conselho Tutelar de continuar realizando suas vendas nas ruas de Mossoró. A atitude do Órgão, como era de se esperar, trouxe um grande desespero ao menino, que encontrava nas vendas um modo de conseguir se manter vivo.

Família mora perto do tráfico

Entre os sonhos que Gabriel almeja, está mudar de local aonde mora. No entanto, sua família não possui as condições necessários para que isso aconteça.

+  Gás de cozinha pode chegar a R$ 200 ainda neste ano

No momento, Gabriel, sua mãe e seus irmãos vivem apenas com a ajuda do Bolsa Família e com o dinheiro obtido através de suas vendas, que não é muita coisa.,

A família do garotinho reside em um local dominado pelo tráfico, se sentindo inseguros no lugar aonde moram. De acordo com as informações do site “Razões para acreditar”, o menino, em tempos passados, já foi até mesmo chamado para vender drogas, não aceitando o convite.

+  Preso depois de assassinar brutalmente uma jovem gamer, criminoso revela que faz parte de uma seita que irá matar todos os cristãos

O local aonde o menino mora possui um pequeno quarto que foi cedido por sua avó, para que sua família não necessitasse morar nas ruas. Mesmo precisando pagar apenas os gastos básicos, ainda sim, Gabriel e sua família passam bastante dificuldade para conseguir se manterem vivos.


PRÓXIMO ARTIGO →

Deixe um comentário