in

Vídeo: Pastor faz live torturando sua esposa

Um pastor evangélico de 40 anos foi preso depois de torturado e manteve sua esposa como refém por 12 horas, e até mesmo divulgou fotos do ataque nas redes sociais. O caso aconteceu em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

De acordo com o Campo Grande News, Jesus Gorgs, 40, acreditava que sua esposa de 55 anos teve um relacionamento extraconjugal com um membro da igreja que ele pastor.

Por isso, começou a torturá-la e a transmiti-la ao vivo no Facebook. Vizinhos e colegas viram o vídeo e chamaram a polícia.

Segundo o site, armado com uma tesoura, o pastor disse que perfuraria os olhos de sua esposa e a mataria se a polícia se aproximasse. Após horas de negociações, ele soltou a mulher e foi preso.

A vítima foi salva pelo Corpo de Bombeiros com hematomas. O pastor deve responder por prisão privada e tortura. Ele justificaria esse ataque de volta ao mundo das drogas.

Confira o vídeo logo abaixo:

Mulher abandona marido e filha de seis anos e foge com amante que é pastor

Nesta quarta-feira (16), o primeiro DP em Três Lagoas registrou o caso de sua esposa desistindo do convívio familiar. A família mora na rua Protazio Garcia perto de Jd. Karanda. No entanto, tudo mudou entre 7h e 11h de ontem. A mulher de 31 anos resolveu fugir com o padre R.C. Apenas com objetos pessoais, a filha mais velha, um menino de 14 anos e um carro Fiat Strada.

A mulher, identificada como M.L.G, deixou a filha mais nova do casal, uma criança de seis anos, com uma avó materna. O marido, um homem de 30 anos (CSB), relatou que saiu para trabalhar às 7 da manhã e, quando voltou para o almoço, percebeu que a esposa e a enteada não estavam em casa. Desde então, M.L.G. Ele não deu mais notícias, saindo de casa e da filha de seis anos…