in

Vídeo: Pedido de demissão pelo alto-falante de funcionária de loja viraliza

Shana Ragland, uma mulher que trabalha na rede de lojas da Walmart no Texas, localizado nos Estados Unidos, causou maior bagunça no mercado durante um final de semana ao pedir demissão por meios de alto-falantes da loja, e em seguida acusou os seus colegas de trabalho de serem racistas e cometer assédio sexual.

Shana também afirmou no seu discurso, ainda no alto-falante, que trabalhava no estoque da citada loja por quase dois anos e estava bastante infeliz, e também descreveu que o ambiente era “tóxico” e por cima, chamou atenção dos compradores e dos funcionários da loja, dizendo: “meu nome é Shana, trabalho no estoque, só quero dizer que o Henry e a Giovana são racistas e a Lia é uma gerente idiota”.

Continuando, ela afirmou que a loja demitia funcionários negros sem motivo algum e que tratava mal os funcionários que trabalham no estoque (ala na qual ocorre o tramite de caminhões de entrega e fazer a colocação dos materiais nas prateleiras).


E não acabou por aí, ela também citou outros nomes de colegas, de setores diferentes, que cometiam assédio sexual e mandou um recado para eles: “espero que vocês tenham coragem de falar com as filhas de vocês do jeito que falam comigo, vocês são uns pervertidos”. Após essa situação, ela xingou as pessoas que era os seus supervisores e encerrou dizendo “estou fora”.

Confira o momento:

Shana agradeceu a sua amiga Ariel, com comentários positivos, por tudo que ela havia feito.

Diante essa situação, o vídeo de Shana viralizou na internet e ela recebeu mais de seis milhões de curtidas e mais de cem mil comentários no perfil do tiktok.

No seu perfil do twitter, Shana twittou que jamais faria isso se não tivesse o apoio do seu companheiro de vida e encorajou ela, e assim ela fez, já que não aguentava mais passar por tanta humilhação e sofrer assédios no seu ambiente de trabalho e assim ela ficou bastante conhecida.