in

Vítima é dopada com Rivotril e morta por criminosos após roubo mal sucedido


Três criminosos foram presos, acusados de latrocínio, ocorrido na última quinta-feira, 26 de novembro. Dentre os três acusados, uma é mulher. A vítima é Ricardo Flávio dos Santos, de 69 anos de idade. Um dos suspeitos é um agente do DER (departamento de estradas de rodagem).

A polícia da 19° DP efetuou a prisão. Tudo aconteceu no Sol Nascente. Segundo informações da polícia, há pelo menos três semanas os criminosos estavam vigiando o idoso, que receberia cerca de 35 mil reais, devido ao seguro de seu carro. Com isso em mente, os assaltantes decidiram roubar essa quantia, e para isso a vítima foi dopada, segundo eles, com 15 gotas de Rivotril.

Segundo informações, a mulher envolvida no crime, de 21 anos de idade, mantinha um relacionamento com a vítima. O homem foi atraído para a casa da companheira, onde então ele acabou ingerindo a bebida que lhe foi dada, já com o remédio. Após o efeito do remédio, já dopado o homem teve seus cartões roubados.

Segundo a polícia, os três acusados passaram o dia todo tentando fazer o saque do dinheiro, mas não foi possível, devido à solicitação da digital de Ricardo para que houvesse a movimentação do dinheiro.

Com o plano havendo fracassado, os criminosos optaram por tirar a vida de Ricardo, para que o mesmo não descobrisse o roubo e não os denunciasse. Ricardo foi executado logo à noite, por volta das 23 horas, com um fio de antena de televisão.

Apesar de não conseguirem sacar o dinheiro, foram feitas várias comprar no débito. Com isso, a polícia foi até a casa da mulher acusada e acabou achando o corpo de Ricardo. A polícia relata que a mulher estava levando um galão de gasolina para que o corpo fosse carbonizado e levado para Águas Lindas para a ocultação, entorno do Distrito Federal.