in

Vítima morta em acidente entre ônibus e caminhão em SP havia vencido um câncer recentemente

Na última quarta-feira, 25 de novembro, São Paulo amanheceu com um grave acidento, considerado o maior acidente de trânsito do ano. O acidente aconteceu em Taguaí, por volta das 7 horas da manhã, na rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho. Ao todo foram mais de 50 vítimas, tenho 41 mortos.

Willian Souza, de 28 anos de idade, amigo de uma das vítimas conta que a mesma havia vencido um câncer recentemente, e lamenta a morte da amiga. Fernanda Stefany Silva Pereira, de apenas 23 anos de idade foi uma das vítimas que foram mortas na tragédia. Segundo informações do amigo, há cerca de um ano atrás a jovem ainda fazia quimioterapia para o tratamento de um câncer.

William conta que a jovem era sempre sorridente e muito querida por todos. Ele diz ter perdido alguns amigos, mas que Fernanda era especial para ele. Segundo informações das próprias vítimas que sobreviveram, o acidente teria ocorrido devido a uma ultrapassagem perigosa em local proibido, feito pelo motorista do ônibus.

O ônibus estava com funcionários de uma indústria têxtil, onde 41 morreram no local e outros 11 ficaram feridos. Algumas autoridades foram até o local para auxiliar no resgate das vítimas, para assim agilizar a liberação dos corpos para as famílias e o transporte dos feridos para o hospital.

‘’Triste demais, perdemos muito’’, lamenta William. O amigo diz que Fernanda sempre foi uma inspiração para todos, por sua força, e que todos estavam felizes por ela ter vencido a luta contra a doença.

Entre os sobreviventes está o passageiro do caminhão, que relatou não ter tido tempo para o desvio, embora o amigo, motorista do caminhão, tenha tentado sair para evitar a colisão, estavam perto de uma curva e não havia muito o que fazer para que a batida fosse evitada. O lado do motorista do ônibus ficou destruído e o motorista do caminhão não resistiu e morreu no local.